Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Circo da Lama

"Se ele for para a Suiça, não lhe guardo as vacas", David Queiroz, pai de António, vencedor da Casa dos Segredos

"Se ele for para a Suiça, não lhe guardo as vacas", David Queiroz, pai de António, vencedor da Casa dos Segredos

Circo da Lama

28
Out09

Da Argentina

Bruno Vieira Amaral

 

Rejubila voz amiga com o fim do tempo dos Tahars e dos Paredões. Nós, benfiquistas, desejamos que o passado recente envelheça depressa, ultrapassado, trespassado. Perdoem-nos os excessos, os eflúvios de emoção rubra, as ejaculações precoces à jornada oitava. Contemporizem com o nosso sorriso babado ao ver aquele rasgo de luz vertical que saiu dos pés do Aimar e que foi ao encontro do Coentrão tanto como o Coentrão foi ao encontro da luz (em futebolês, chama-se a isto uma desmarcação, mas nos últimos anos de Benfica o verbo desmarcar apenas tem o significado de não marcar, de desmarcar golos). É certo que o Aimar mergulha, que se deixa cair ao mínimo contacto, tão mínimo que nem contacto é, apenas uma possibilidade, e ele antevê essa possibilidade e atira-se e o contacto acontece. Não é falta? Não. É excesso. Excesso de futebol malandro, sacana, porteño, tanguista. Gastem lá os elogios com o bisonte do Hulk, uma força da natureza, apreciem-lhe a corpulência de arrastador de camiões letão, que leva tudo à frente menos a inteligência, que essa fica para trás como um bocado de relva levantado à passagem de um tractor, chorem as faltas não assinaladas, impinjam-no aos Lyons desta vida por uma tonelada de euros. Nós ficamos aqui, sossegados, a materializar os meus sonhos molhados de infância com uma tripla argentina. Trazer o Aimar de Saragoça naquelas condições não é apenas péssima gestão, é um acto de amor e de fé, como aquelas mulheres que abrem os braços para o homem que já lhes partiu o coração e os maxilares. Pegar no renegado Saviola equivale a trazer para casa um ex-recluso que sopra promessas de bom comportamento ao anfitrião. E o subnutrido di María? Como conjugar as lições tácticas com um plano nutricional adequado? São coisas bonitas, como diria o nosso algoz. É bonito irmos buscar jogadores de tendões duvidosos e almas lesionadas e ter paciência com eles. E eles, com a generosidade dos arrependidos, retribuem-nos e nós ficamos mais perto do futebol tal como era no tempo em que apenas nos faltava o cromo de Nery Alberto Pumpido para acabar a colecção.

2 comentários

Comentar post

Seguir

Contactos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D