Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Circo da Lama

"Se ele for para a Suiça, não lhe guardo as vacas", David Queiroz, pai de António, vencedor da Casa dos Segredos

"Se ele for para a Suiça, não lhe guardo as vacas", David Queiroz, pai de António, vencedor da Casa dos Segredos

Circo da Lama

04
Fev10

Domingo desportivo

Bruno Vieira Amaral

 
 
Quem ao desporto associa competitividade, emoção, hordas de fanáticos em êxtase, nunca viu o 70x7 das modalidades ditas amadoras: o Desporto 2. A narração é emoliente, como se, em vez de falar, os comentadores espreguiçassem a voz durante meia hora. A transmissão avança, sonolenta, de uma intensa prova de triatlo em Abrantes para o não menos excitante Grande Prémio Hípico “Terras d’Ouro”, onde Fanny Mountbatten von Hoppenheimer monta graciosamente o alazão Triple Rescue. Por vezes temos direito a um campeonato nacional de iniciados em ténis ou um challenger em Santa Maria da Feira com um prize money de 250 euros e uma sandes de torresmo. Isto, é claro, se naquele fim-de-semana não houver um concurso de parapente na serra da Gardunha ou o sempre muito aguardado festival internacional de papagaios de papel em Alcochete. As câmaras da RTP também chegam a colóquios subordinados a temas como “Distensões musculares em xadrezistas: recomendações para o novo século”, com a presença do Dr. Domingos Gomes, ou “As novas tecnologias e os matraquilhos: deve ser permitida a roleta?”, com intervenções do Prof. Manuel Sérgio e de um representante da Associação de Proprietários de Salões de Jogos. O tiro desportivo também não é esquecido. É-nos apresentado o pentacampeão mundial da modalidade, um daqueles senhores que, quando chega a altura dos Jogos Olímpicos, queixam-se de não estar habituados ao mediatismo, ao público nas bancadas e à irritante pontaria dos adversários bielorrusos, factores que contribuem para eliminações prematuras que muito ofendem a nação. No entanto, este devia ser um desporto mais acarinhado pelos portugueses, até porque uma das provas é a fossa olímpica, uma imagem concisa e poética das nossas participações.
 
Quando sobra algum tempo, a RTP não se esquece de modalidades em franco desenvolvimento no nosso país como o corfebol, o kitesurf e a pesca submarina indoor. Os praticantes destes desportos sofrem o unânime desgosto de não lhes ser dada a devida atenção pela comunicação social, sempre empenhada em ouvir as declarações sagazes de um Ruben Micael, em filmar os bonés cor-de-laranja de um José Mota, mas ignorando a beleza lepidoptérica do badmington (um desporto inventado a pensar nos fãs tailandeses de Nabokov) e a sorridência estridente da natação sincronizada (um desporto que só deveria ser praticado por golfinhos).
 
Estas transmissões têm o inegável - e único - mérito de impedir uma nova vaga de programas do Júlio Isidro e do Luís Pereira de Sousa. São uma espécie de diques contra a subida das águas da rtpmemorialização nas tardes de domingo. Aquilo não tem nada de belo, mas não deixam de ser obras de engenharia televisiva extremamente úteis. Teria todo o gosto em dedicar estas últimas linhas a uma diatribe contra o futsal e contra todos os desportos de praia (incluindo a apanha de bivalves na praia do Barreiro), mas não me é possível.

1 comentário

Comentar post

Seguir

Contactos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D