Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Circo da Lama

"Se ele for para a Suiça, não lhe guardo as vacas", David Queiroz, pai de António, vencedor da Casa dos Segredos

"Se ele for para a Suiça, não lhe guardo as vacas", David Queiroz, pai de António, vencedor da Casa dos Segredos

Circo da Lama

01
Ago14

Oceano

Bruno Vieira Amaral

Fomos até uma esplanada de onde se via a praia, o Oceano Atlântico no seu fim ou no começo. Bebemos uma cerveja, falámos sobre as nossas vidas, sem aprofundar. Discutimos superficialmente o valor das rendas, o processo de compra de casa, evitando as intimidades, e quando demos por nós estávamos a salvo, a divagar sobre a sociedade em geral, a escola pública, a forma pouco civilizada como os portugueses cuidam do que é seu, felizes por evitarmos o caminho da mágoa. Só que a mágoa estava lá. Sempre esteve e nós sabíamos, e fingíamos que não estava para que pudéssemos prosseguir. Ignorar a mágoa que, todavia, existe, é uma arte que eu e o meu pai dominamos como ninguém. Ela está connosco em cada momento: quando passeámos pelos vinhedos do sul de França, quando a minha madrasta me ofereceu um porta-chaves comprado na loja de recordações do castelo de Palmela, quando corremos pelas ruas frias de Kandersteg no único Natal que passámos juntos. A mágoa esteve sempre lá, de vigia, controlando o que dizíamos, cortando a manifestação expansiva de sentimentos, trabalhando o nosso cinismo até que este se tornasse uma pedra perfeita de engaste, valiosa e inútil. Descemos até à praia. Eram quase oito horas. Eram poucas as pessoas no areal. Na água, chapinhava uma criança solitária. Pareceu-me que o meu pai tinha vontade de se lançar à água e nadar, nadar, nadar. Uma vez contou-me os problemas que teve numa prova aquática na Legião. Quase morreu afogado. “Deve ser um medo de família.” Eu não sei nadar mas não gosto de falar disso. Ele também prefere não falar sobre o assunto. Incomoda-o. Que o filho  não saiba nadar é, para ele, a prova irrefutável da sua ausência, o dedo acusador. Não quero falar disso. Estávamos muito perto da água. Muito perto daquilo que nos magoava. Decidimos que estava na hora de regressar a casa, onde quer que fosse.

2 comentários

Comentar post

Seguir

Contactos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D