Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Circo da Lama

"Se ele for para a Suiça, não lhe guardo as vacas", David Queiroz, pai de António, vencedor da Casa dos Segredos

"Se ele for para a Suiça, não lhe guardo as vacas", David Queiroz, pai de António, vencedor da Casa dos Segredos

Circo da Lama

04
Jan09

Padres motards e outros bichos

Bruno Vieira Amaral

 

Domingo. Dia do Senhor. É aquele dia em que os jornais falam de religião / folclore. O padre motard. O padre que veste calças de ganga. A freira que vai ao bingo. O sacristão que diz palavrões. O padre que foi a um spa. Esta reportagem (a do spa) saiu há duas semanas no Expresso e é o retrato-robô do tratamento jornalístico dispensado ao, vamos lá, clero. É a tentativa de humanizar a imagem do padre, modernizando-o. O padre continua a ser a ave negra do obscurantismo e nada como exorcizá-lo com outros latins- sanum per aqua – para o trazer para o século XXI. Ainda nenhum jornalista levou um padre a um bar de alterne mas fica a sugestão.
 
Depois temos a questão da tecnologia. Falar de religião e tecnologia é um prazer demasiado básico para que alguém lhe possa resistir. É a tentação do oxímoro. Há um certo prazer apóstata semelhante ao de pedir a um amish para trocar uma lâmpada. “Então o padre tem uma página no hi5? Vamos lá ver essa beleza.” Alguns padres estão mesmos convencidos que o meio é a mensagem. Na edição de hoje do Público (pp. 10-11), apresenta-se o padre Júlio Grangeia que outorgou a si próprio a glória duvidosa de ser “o primeiro padre português na Internet.” Outro, em Leiria, recorreu ao karaoke para animar a liturgia mas a estratégia não resultou numa debandada dos bares para a igreja. E, à excepção do alvoroço causado por Bento XVI sempre que repete coisas que a Igreja defende há uns bons séculos, é isto que vamos tendo de religião: a igreja com ar condicionado e dolby surround, o padre que faz 50 flexões e os fiéis que vão ficando em casa.
04
Jan09

Carlos Marques na Margem Sul

Bruno Vieira Amaral

 

 

"We used to know another Carl. Didn't like him too much. His last name was Marx." - a melhor frase do filme Sim!

 

 

Fórum Almada. Sessão das 21:40. Sala 2. Filme: Sim! Sala a 2/3. Tenho uma longa experiência em ver cinema na Margem Sul. Começou em 1988. Filme: Tubarão IV. Só posso dizer que o artista principal recebeu uma esfuziante ovação quando, ao abrir a válvula da garrafa de oxigénio, conseguiu escapar às mandíbulas do tubarão. Não voltei a viver um momento assim numa sala de cinema. E devo dizer-vos que já fui algumas vezes ao Fórum Montijo. Durante a projecção do filme Alguém tem de ceder, o meu vizinho do lado passou o filme inteiro a rir e enquanto gargalhava estalava os dedos. Foi uma demonstração sublime de coordenação motora de alguém que tinha todo o aspecto de nunca ter ido mais longe que Sarilhos Grandes. Por isso não foi sem surpresa que hoje registei um progresso civilizacional nos hábitos dos espectadores de cinema meus conterrâneos. Lembro que era um filme de Jim Carrey mas a sala teve um comportamento digno de uma sessão das 15 no King a uma 3ª feira de Agosto. Estaremos perante um novo paradigma comportamental? Será que a crise tem um efeito de selecção darwiniana no público? Não sei. Alguém que faça um estudo sobre isto. Eu gostei da voz da artista principal. É tudo o que tenho a dizer.

Seguir

Contactos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D